sexta-feira, 24 de setembro de 2021

ATLETAS DO CENTRO DE EQUOTERAPIA JOÃO LUCAS, IRÃO COMPETIR EM EVENTO NACIONAL - DESAFIO BRASIL, DIAS 25 E 26 DE SETEMBRO. Evento nacional organizado pela CBH e Federação Hípica de Brasília, com grandes nomes do adestramento brasileiro.

 



Técnica, superação e determinação, assim resume  o Adestramento Equestre, modalidade olímpica e regulamentado pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH). Em parceria com Prefeitura Municipal de Jussara e sistema FAEG SENAR , o Centro de Equoterapia João Lucas é pioneiro no esporte em Goiás, vem desenvolvendo novos atletas da modalidade hípica no Estado. Maykon Douglas, na categoria Paraequestre primeiro atleta classificado do Estado e Pedro Henrique na categoria regular profissional. Ambos competidores vêm demonstrando grande aptidão nos treinamentos. Nos dias 25 e 26 de setembro, os atletas participarão do Desafio Brasil, evento nacional organizado pela CBH e Federação Hípica de Brasília, trará grandes nomes do adestramento brasileiro. A prova será realizada em Brasília e os atletas de Goiás estão prontos pra fazer bonito em terreno candango. O adestramento é um show a parte, a união com o cavalo e as emoções do esporte potencializam os benefícios da modalidade. E o resultado? Autonomia, liberdade, autoestima e muita, muita satisfação.

Cabe lembrar, o grande apoio da equipe de coordenadores, técnicos, professores, equitadores e desenvolvedores desse projeto, que não medem esforços para que o atleta tenha o melhor aproveitamento das técnicas e usufrua dos benefícios terapêuticos. Gostaríamos de citar toda a equipe em nome do Equitador Pedro e da Fisioterapeuta Isabella Carolina, que com grande maestria, constroem o dia a dia  Centro de Equoterapia João Lucas.  

                                                  (Texto: Instrutor de Equitação Diego Almeida- em cooperação ao blog)


      Marnei Gazineu

         CEO-MG3 Produtora
    Assessoria Comunicação Social

PROJETO "PARADA VERDE" PARCERIA ENTRE SEC. EDUCAÇÃO, SEC. DO MEIO AMBIENTE E ESCOLA AGRÍCOLA COMENDADOR JOÃO MARCHESI. Projeto visa, além da educação, a conscientização da necessidade de manter e o replantio de árvores nativas para o nosso biossistema.

 


    
      


Nesta sexta-feira, 24 de setembro, iniciou-se o projeto Parada Verde, que tem como objetivo a educação, conscientização e distribuição de mudas nativas de nosso cerrado. Esse projeto vem juntamente a esclarecer aos estudantes e população sobre o tão qual, o nosso biossistema é afetado pelo corte, desmatamentos e queimadas decorrentes. Nosso clima está sento afetado diretamente, com temperaturas nunca vividas no cerrado e com projeções nada favoráveis para os próximos anos. 
Somente com a união de todos poder público, população e entidades, para que com pequenos atos como cultivo e plantio possa amenizar nos próximos anos o nosso biossistema.
Estiveram presentes a Secretária da Educação Kelly Cristina, Secretário do Meio Ambiente Ricardo Nascimento, o Secretário de Finanças Walther Talhes, os diretores professores Gwilmor Brás e José Railton, entre os coordenadores e professores da Escola agrícola Comendador João Marchesi, juntamente com toda a Equipe da Secretaria Municipal de Educação.  










    Marnei Gazineu

         CEO-MG3 Produtora
    Assessoria Comunicação Social